03.10.2019 - 04:13

Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte


Candeeiro Natural apresenta reggae pop com músicas do Clube da Esquina a Bob Marley em turnê

O show passa por todos os sucessos que o Grupo construiu durante quase uma década.



ADEL BEZERRA

As batidas do reggae continuam em alta. O Brasil é um dos países com melhor aceitação do estilo com musicalidade simples e ideias de liberdade em suas canções. E a Paraíba inova a batida do ritmo jamaicano, com a Banda Candeeiro Natural, que prepara uma série de apresentações com trabalhos inéditos, que vai do reggae pop com elementos da música nordestina. O show passa por todos os sucessos que o Grupo construiu durante quase uma década.

Para Gabriel Caminha, músico, compositor e fundador da Banda Candeeiro Natural, que conquistou o público com seu trabalho solo bastante difundido na Capital do Estado, “essa fusão de estilos musicais é o que caracteriza e dá a identidade sonora ao grupo, que traz no seu repertório uma música autêntica, com canções próprias e releituras de clássicos do reggae de composições já consagradas no mundo”, explica.

Formada por músicos paraibanos, sendo a maioria possuidora de currículos com outros projetos, como Oxente Groove e participado de parcerias com outros artistas nordestinos a exemplo de Lucy Alves e Os Três do Nordeste, os integrantes uniram seus talentos musicais com o trabalho de Gabriel Caminha e formam, atualmente, a Banda Candeeiro Natural.

Inspirações

Segundo Caminha, a partir de anuências que vão do Clube da Esquina a Bob Marley, o repertório autoral conta com um amplo leque de composições premiadas em concursos nacionais, “as letras se misturam à sanfona, além de outros elementos percussivos a exemplo da gaita e cordas, com o compromisso principal de resgatar os valores do Nordeste do país e com aceitação da batida transcendental do reggae, que transmite e dissemina, nas canções, a ideologia do amor”, enfatiza.
Dificuldades

No entanto, Caminha acredita que nem tudo é paz e amor no reggae. Para ele, o gênero musical ainda enfrenta muitas desvantagens no Brasil, como a falta de bandas que estourem, além da segmentação do estilo. “O reggae brasileiro tem um cenário repleto de bandas muito boas, mas acredito que o mercado precise de novidade. No entanto, raramente vejo alguém novo no reggae que bombe”, ressalta.

“Muito disso, na minha opinião, vem do mercado da música. Se alguém começa com o reggae, é difícil se manter, especialmente porque esse não é o estilo que mais vende no momento” completa.

Ele também reconhece a falta de espaço concedido a novos artistas em casas de show e nas rádios. “O reggae ainda é muito marginalizado. Há um estereótipo muito grande sobre quem toca e quem curte, o que atrapalha na hora de começar a carreira”, enfatiza Gabriel. “O reggae tem muitas nuances e diferenças, mas muita gente fala e julga sem conhecer”, complementa.

Ícones

É difícil falar do reggae sem falar de Bob Marley e Jimmy Cliff, ainda mais no Brasil, que foi visitado pelos dois ícones em 1980. Mais difícil ainda é não notar as influências dos dois nas formações das bandas atuais. “Quando começamos, descobrimos alguns discos do Bob Marley e o Peter Tosh. Depois de um tempo, nós fomos descobrindo outros artistas com um reggae mais romântico”, revela Gabriel Caminha.

Formação da Banda

Gabriel Caminha (Voz/Sanfona); Pedro Haus (Guitarra); Robertson de Arruda, conhecido como Beto Cabeça (Bateria); Manuery Wanderley, Manu (Percussão); Waldenor Fonseca (Contrabaixo) e Marcelo Bruno (Flauta/Sax).
Turnê

A Banda Candeeiro Natural prepara agenda contendo uma série de apresentações com trabalhos inéditos. O show passa por todos os sucessos que o grupo construiu durante os últimos oito anos de sucesso. A abertura da turnê, que pretende viajar por diversas capitais do Nordeste e outras principais cidades do País, acontece neste sábado, dia 05 de outubro, no Bar & Restaurante “Casa da Mãe”, no Bairro de Santo Antônio, em Campina Grande, a partir das 15 horas. Mais apresentações e locais serão divulgados em breve.


 


Comentários

Colunistas

ver todos os colunistas

Vídeos

A CARNAÚBA DO NORDESTE JÁ SUSTENTOU MUITA GENTE

A CARNAÚBA DO NORDESTE JÁ SUSTENTOU MUITA GENTE


BACURAU: O FILME BRASILEIRO QUE FAZ SUCESSO NO MOMENTO COM PARAIBANOS

BACURAU: O FILME BRASILEIRO QUE FAZ SUCESSO NO MOMENTO COM PARAIBANOS


ver todos os vídeos