16.01.2020 - 09:03

Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte


Delator diz que pagou propina para atual presidente do PSB paraibano, deputado Gervásio Maia

Preso na segunda fase da Operação Calvário, Leandro Nunes, ex-braço direito de Livânia Farias, é apontado como integrante do núcleo financeiro operacional da organização denunciada pelo MPPB.



O ex-assessor da Secretaria de Administração Leandro Nunes revelou, em acordo de delação premiada, ter repassado um valor na ordem de R$ 300 mil para o deputado federal Gervásio Maia (PSB – foto), que assumiu na quarta-feira (8) a presidência estadual do Partido Socialista Brasileiro (PSB) na Paraíba, no lugar do ex-governador  Ricardo Coutinho, também denunciado pela Operação Calvário.
Foto: Paraibaonline

No depoimento para o Ministério Público da Paraíba (MPPB), realizado no dia 20 de fevereiro de 2019, Nunes fala também de repasses para os deputados estaduais Branco Mendes, Antônio Mineral e Genival Matias.

Preso na segunda fase da Operação Calvário, Leandro Nunes, ex-braço direito de Livânia Farias, é apontado como integrante do núcleo financeiro operacional da organização denunciada pelo MPPB.

A Operação Calvário, desencadeada em 14 de dezembro de 2018, investiga prática de delitos, como corrupção e lavagem de ativos, através de atividades de organizações sociais (OSs) na área da Saúde e fraudes na Educação.

Na segunda-feira (13), o MPPB protocolou no Tribunal de Justiça a sexta denúncia com base nas investigações da Operação Calvário. A peça acusa 35 agentes por formação de organização criminosa.


Comentários

Colunistas

ver todos os colunistas

Vídeos

O Mundo é Uma Cabeça - Chico Science e o Mangue Beat

O Mundo é Uma Cabeça - Chico Science e o Mangue Beat


PARRÁ CONTA SUA HISTÓRIA, COM HUMOR

PARRÁ CONTA SUA HISTÓRIA, COM HUMOR


ver todos os vídeos

Mais lidas