13.12.2019 - 03:52

Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte


Deputada Pollyanna Dutra diz que Assembleia não pode votar reforma da PBPrev a toque de caixa

A parlamentar afirmou que o projeto será amplamente discutido’ na CCJ, Comissão onde aconteceram as primeiras discussões e pedidos de vistas. Ainda conforme Pollyana, o trâmite deve ser obedecido devido à importância do tema.



Alvo de judicializações por diversos deputados, o Projeto de Lei Complementar que altera a Previdência na Paraíba vai voltar à Casa na próxima semana e seguir o trâmite normal. É o que afirmou, nesta quinta-feira (12), a presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Pollyanna Dutra (PSB).

A parlamentar afirmou que o projeto será ‘amplamente discutido’ na CCJ, Comissão onde aconteceram as primeiras discussões e pedidos de vistas. Ainda conforme Pollyana, o trâmite deve ser obedecido devido à importância do tema.

“Não dá para votar matérias com amplitude desse tamanho a toque de caixa”, analisou, em contato com o Portal MaisPB.

O posicionamento da socialista surpreendeu o líder da oposição, Raniery Paulino (MDB), que criticou a postura da presidente da Comissão durante a apreciação da matéria. “A fase inicial foi toda a toque de caixa, mas todo momento é tempo de arrependimento. Que bom que agora vai se prestigiar o debate”, pontuou ao Portal MaisPB. Paulino também elogiou a postura do presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino.

Líder da situação, Ricardo Barbosa não considera que o tema foi debatido ‘a toque de caixa’, como foi definido por Pollyanna. “Não foi assim, estava na CCJ para discussão, mas o governo só conseguiu enviar a partir das resoluções do Congresso Nacional e sanções do presidente da República”, reagiu.

Com MaisPb


Comentários

Colunistas

ver todos os colunistas

Vídeos

O Mundo é Uma Cabeça - Chico Science e o Mangue Beat

O Mundo é Uma Cabeça - Chico Science e o Mangue Beat


PARRÁ CONTA SUA HISTÓRIA, COM HUMOR

PARRÁ CONTA SUA HISTÓRIA, COM HUMOR


ver todos os vídeos

Mais lidas