28.01.2020 - 09:06

Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte


Governador João Azevêdo espera apoio da Assembleia e mantém Ricardo Barbosa como líder

Uma outra matéria considerada importante pelo chefe do Executivo, que chamou a atenção dos deputados, diz respeito a mudanças na estrutura previdenciária do Estado.



Em declarações à imprensa na manhã de hoje, o governador João Azevêdo (sem partido) informou que não cogita substituir o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Barbosa (PSB), e expressou que espera contar com o apoio da maioria dos deputados para a manutenção da governabilidade do Estado, com a aprovação de matérias encaminhadas ao Poder, entre elas a que trata da PB Saúde, Fundação que assumirá o controle de hospitais da rede pública no lugar de organizações sociais que já foram descredenciadas na atual gestão.

Uma outra matéria considerada importante pelo chefe do Executivo, que chamou a atenção dos deputados, diz respeito a mudanças na estrutura previdenciária do Estado. Ele explicou que tais alterações são necessárias para efeito de ajuste diante da reforma da Previdência que foi aprovada na Câmara Federal. Lembrou Azevêdo que todos os Estados estão adequando seus Institutos de Previdência e ressaltou como indispensável o espírito de compreensão por parte dos deputados que compõem a ALPB.

Acerca da permanência de Ricardo Barbosa na liderança, o governador foi abordado sobre o assunto a partir do anúncio do deputado Raniery Paulino, do MDB, de que no retorno dos trabalhos parlamentares, na próxima semana, a bancada de oposição passará a contar com novo líder, definido por consenso entre os membros do bloco.

O líder governista, enquanto isso, fez um apelo aos colegas de Parlamento para que evitem exploração em torno da Operação Calvário, com o pré-julgamento de autoridades e agentes públicos denunciados pelo Gaeco e Ministério Público por desvios de recursos na Saúde e Educação. Barbosa avaliou que o pré-julgamento é perigoso e propôs que o foco parlamentar seja no cumprimento da missão de cada deputado quanto ao interesse público.

O governador João Azevêdo destacou a postura de colaboração assumida pelo presidente da Assembleia, Adriano Galdino (PSB) para com a governabilidade do Estado e salientou que sua expectativa é de que tal atitude seja reproduzida, inclusive, diante das demandas que estão postas com certa urgência.

Ao ser novamente questionado sobre sua opção partidária, uma vez que se desfiliou dos quadros do PSB, João Azevêdo sinalizou que em fevereiro já deverá ter uma posição tomada, estando, no momento, em fase de avaliação das propostas e dos convites que recebeu para ingresso em outra legenda. Ele não quis mencionar quantos deputados irão acompanhá-lo na sua nova opção partidária.


Comentários

Colunistas

ver todos os colunistas

Vídeos

O Mundo é Uma Cabeça - Chico Science e o Mangue Beat

O Mundo é Uma Cabeça - Chico Science e o Mangue Beat


PARRÁ CONTA SUA HISTÓRIA, COM HUMOR

PARRÁ CONTA SUA HISTÓRIA, COM HUMOR


ver todos os vídeos

Mais lidas