18.02.2020 - 09:09

Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte


Nome de Socorro Gadelha ganha força dentro do PV como pré-candidata a prefeita de João Pessoa

Nos meios políticos e junto ao próprio “staff” de Cartaxo, o nome da secretária Socorro Gadelha, recém-filiada ao Partido Verde, ganha força como alternativa mais viável para o páreo.



Por NONATO GUEDES

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), avançou na citação de nomes de opções do seu esquema político para a eleição à sua sucessão, em outubro – mencionando as secretárias de Saúde, Daniella Bandeira, e da Habitação, Socorro Gadelha, entre outros, como credenciadas para dar continuidade ao projeto executado desde 2013, quando se investiu pela primeira vez. Nos meios políticos e junto ao próprio “staff” de Cartaxo, o nome da secretária Socorro Gadelha, recém-filiada ao Partido Verde, ganha força como alternativa mais viável para o páreo.

Além de demonstrar que tem interesse pela vida pública e afinidade com a gestão, Socorro pilota o que o prefeito já definiu como o maior projeto habitacional já executado ao longo da história em João Pessoa, favorecendo, principalmente, camadas de baixa renda. Ela mesma deixou claro, em recente entrevista, que se considera apta por estar atuando há mais de trinta anos na administração pública. “Desde 2013 estou na área da habitação com o prefeito Luciano Cartaxo”, emendou. Ela estava como secretária nacional de Habitação, no ministério das Cidades, quando foi chamada por Cartaxo para integrar a sua equipe.

O programa habitacional executado, de acordo com o atual prefeito, tem proporcionado melhor qualidade de vida e moradia condigna para habitantes carentes da Grande João Pessoa. Havia a expectativa de que Socorro Gadelha fosse mantida na estrutura do ministério das Cidades no governo do presidente Jair Bolsonaro, através de gestões do deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP), uma espécie de “padrinho” seu em Brasília. Mas ela foi exonerada logo em janeiro de 2019 por Onyx Lorenzoni, que até a semana passada ocupava a Chefia da Casa Civil da Presidência da República e foi remanejado para outra Pasta. Socorro exercia a secretaria nacional de habitação desde dezembro de 2017, nomeada pelo ministro Eliseu Padilha, via gestões de Aguinaldo Ribeiro, no governo de Michel Temer (MDB), que passou a faixa para Bolsonaro.

A sua saída do governo federal deu a Luciano Cartaxo a oportunidade de reconvocá-la para atuar, com autonomia, na administração municipal em João Pessoa, e Socorro Gadelha tem correspondido plenamente às expectativas, quer pela sua competência, quer pelos canais de articulação com Brasília, essenciais para o aporte de recursos federais e o destrave de demandas.

Não por acaso, como lembram aliados do “staff” do prefeito, é constante a presença da secretária na Capital Federal, percorrendo gabinetes parlamentares e ministeriais, para levar à frente projetos de interesse público na Paraíba. Todas as credenciais reforçariam o seu cacife para vir a ser indicada candidata do esquema governista, segundo fontes autorizadas.
 


Comentários

Colunistas

ver todos os colunistas

Vídeos

O Mundo é Uma Cabeça - Chico Science e o Mangue Beat

O Mundo é Uma Cabeça - Chico Science e o Mangue Beat


PARRÁ CONTA SUA HISTÓRIA, COM HUMOR

PARRÁ CONTA SUA HISTÓRIA, COM HUMOR


ver todos os vídeos

Mais lidas